CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

1º saque-aniversário do FGTS em 2022 é liberado; saiba quem tem direito

maximweb 3 semanas ago

Os interessados na modalidade podem fazer a adesão pelo aplicativo do FGTS, pelo site, nos caixas eletrônicos da Caixa ou nas agências do banco.

 

No saque-aniversário, o beneficiário pode sacar uma quantia do seu FGTS de acordo com o mês do aniversário

 

A primeira rodada do saque-aniversário de 2022 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já está disponível, a partir desta segunda-feira (3), para trabalhadores com carteira assinada nascidos em janeiro.

A Caixa prevê que mais de 1,3 milhão de trabalhadores terão direito ao saque em janeiro. Os interessados na modalidade podem fazer a adesão pelo aplicativo do FGTS, pelo site, nos caixas eletrônicos da Caixa ou nas agências do banco.

O prazo para adesão à possibilidade, implementada em 2019, é 31 de janeiro. A retirada do dinheiro por quem optou pelo saque-aniversário, porém, pode ser feita até dois meses depois (31 de março).

Como optar pelo saque-aniversário?

Os interessados em escolher essa modalidade de pagamento devem informar à Caixa, por meio do aplicativo FGTS (disponível para Android e iOS), pelo site do Fundo, pelo Internet Banking CAIXA ou pelas agências do banco.

O trabalhador que optar pelo saque-aniversário e depois mudar de ideia terá que esperar o período de 24 meses para a mudança ser efetivada. Já quem preferir ficar no modelo tradicional de acesso ao FGTS, chamado agora de saque-rescisão — e ter direito a sacar o saldo integral em caso de demissão — não precisa fazer nada.

Como calcular o valor do benefício?

O trabalhador que fizer a opção poderá sacar um percentual do saldo do FGTS acrescido de uma parcela adicional, anualmente, conforme a tabela abaixo:

 

Base de cálculo do saque-aniversário do FGTS

Foto: Caixa

 

Como consultar o saldo do FGTS?

Para saber qual é o valor disponível para saque na conta do FGTS, o trabalhador por acessar o site da Caixa ou o aplicativo FGTS.

PELO SITE DA CAIXA

Através do site da Caixa é necessário confirmar o número do Número de Identificação Social (NIS) ou o CPF e clicar em “cadastrar senha”.

O NIS (também chamado de NIT) e o PIS/Pasep são o mesmo número, a diferença é que eles são gerados em bases de dados diferentes. Eles podem ser encontrados impressos na Carteira de Trabalho.

Após cadastrar a senha, leia o regulamento e clique em “aceito”. Depois, preencher todos os campos com os dados pessoais. Por último, crie uma senha com até oito dígitos, com letras e números, e confirme. Então, o usuário será direcionado para a tela de login novamente. Preencha os campos com NIS ou CPF, insira a senha cadastrada e acesse.

USANDO O APLICATIVO

No app FGTS, é necessário selecionar a opção “cadastre-se” e preencher todos os dados solicitados. Em seguida, cadastre uma senha de acesso. Para quem já usava o aplicativo, pode repetir o mesmo número de senha que usava antes. Após incluir os dados, é só clicar no botão “não sou um robô”.

O trabalhador vai receber um e-mail de confirmação no endereço de eletrônico anteriormente informado pelo usuário. Acesse o e-mail e clique no link que foi enviado. Após o cadastramento, o indivíduo deve abrir o aplicativo e informar o CPF e a senha cadastrada.

Após o login, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre a vida profissional do usuário. Depois de responder as perguntas, o trabalhador deve ler e aceitar as condições de uso do aplicativo, clicando em “concordar”.

Caso o interessado não tiver acesso ao site da Caixa ou ao aplicativo FGTS, deve ligar para o número 0800 724 2019 ou, em último caso, ir até uma agência do banco.

Caso o trabalhador seja cliente Caixa, pode acessar o extrato do FGTS no internet banking no computador ou no aplicativo Caixa pelo celular ou tablet.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *