CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Ceará tem quase todos os reservatórios com volume hídrico abaixo de 30%

maximweb 8 meses ago

Com chuvas irregulares no segundo semestre, açudes cearenses atingem níveis de reserva preocupantes.

 

Maior reservatório do Ceará, açude do Castanhão tem reserva hídrica abaixo de 9%(foto: JÚLIO CAESAR/O POVO)

 

O Ceará entra para os últimos dias de 2021 com quase todos os seus reservatórios hídricos em nível crítico. Com a estiagem prolongada registrada no segundo semestre do ano, os açudes espalhados por todas as regiões atingem baixas históricas. É o que mostram dados do Portal Hidrológico do Estado, gerenciado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), extraídos nesta sexta-feira, 10. De acordo com a plataforma, dos 76 dos reservatórios monitorados, em 75 o volume de água armazenada está abaixo de 30% da capacidade total. O único com situação confortável é o açude dos Caldeirões, em Saboeiro, que acumula 95% de reserva.

Dentre os três maiores açudes do Ceará, o Banabuiú, segundo da lista, que integra bacia hidrográfica homônima, é o que apresenta situação mais crítica, com apenas 8,28% de nível hídrico. O reservatório tem capacidade para cerca de 127 milhões de metros cúbicos (m³). Já o Castanhão, que suporta até 67 bilhões de m³, acumula carga de apenas 8,55%. O quadro é menos crítico no açude de Orós, onde 22,74% do volume total (199 bilhão m³) está preenchido.

Há exatamente um ano, os níveis de reserva hídrica do Castanhão e do Banabuiú eram 11,78% e 12,24%, respectivamente, situação um pouco melhor do que a atual. Na contramão, o reservatório de Orós registrava volume inferior (21,59%). Apesar dos baixos níveis, a Cogerh tem descartado, reiteradamente, qualquer possibilidade de desabastecimento hídrico nos 184 municípios cearenses.

Previsão

A chegada da pré-estação chuvosa, período que se estende de dezembro a fevereiro, trouxe mais otimismo em relação à ocorrência de chuvas no Ceará. Em vários municípios do Estado, incluindo a Capital, os primeiros dias de dezembro foram marcados por pancadas isoladas e leve redução nas temperaturas. Embora a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) não apresente prognóstico estendido para o trimestre, projeta que as precipitações podem se tornar ais comuns nessa época do ano.

Contudo, para este fim de semana, as chances de chuva são baixas desde a faixa litorânea, passando pelo Maciço de Baturité e Ibiapaba, até o Cariri, Sertão Central e Inhamuns. Já no domingo, a Funceme prevê céu variando de parcialmente nublado a poucas nuvens em todas as macrorregiões com possibilidade de precipitações, ainda que remotas, no Litoral do Pecém, no Litoral de Fortaleza e no Maciço de Baturité.

 

 

Fonte: OPovo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *