CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Corpo de mulher é encontrado em trecho de rodovia em Santa Quitéria, no Ceará

maximweb 9 meses ago

Família acredita que a vítima foi morta pelo ex-companheiro; Delegacia Municipal de Santa Quitéria investiga o caso.

Juliana Sousa Cruz foi encontrada morta na manhã do domingo (1º) em Santa Quitéria, no Ceará — Foto: Arquivo pessoal

Juliana Sousa Cruz foi encontrada morta na manhã do domingo (1º) em Santa Quitéria, no Ceará — Foto: Arquivo pessoal

O corpo de uma mulher foi encontrado na manhã deste domingo (2), em um trecho da CE-176, próximo à ponte do Rio Salgado, em Santa Quitéria, no interior do Ceará. Segundo familiares, o companheiro dela é o principal suspeito do crime.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a vítima foi encontrada por populares que acionaram a polícia. O crime é investigado pela Delegacia Municipal de Santa Quitéria.

Segundo uma fonte ligada à família, Juliana Sousa Cruz, de 39 anos foi morta com pelo menos três tiros e teve o corpo parcialmente carbonizado, conforme perícia realizada no município de Canindé. Ela é natural de Santa Quitéria, mas morava em Fortaleza, onde trabalhava como costureira. Juliana deixa três filhos, sendo um de outro relacionamento e dois do atual companheiro.

G1 entrou em contato com a Secretaria da Segurança Pública para obter informações sobre o homem apontado pela família como suspeito de cometer o crime e aguarda resposta.

Ainda segundo a família, os dois saíram juntos no sábado (1°) e a vítima não retornou para Fortaleza na manhã do domingo (2), como estava previsto. O homem entrou em contato com parentes dela para informar que os dois estavam juntos na cidade de Varjota e que estariam voltando, o que não aconteceu.

A vítima e o companheiro tinham um relacionamento de pelo menos 18 anos, mas atualmente estavam vivendo separados. Ele, trabalhando como vigilante em Santa Quitéria e ela, em Fortaleza. Os dois se viam apenas nos finais de semana, de acordo com a família.

Fonte: G1 – CEARÁ.

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *