CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

DJ Ivis continua preso e será transferido para unidade prisional em Aquiraz, no Ceará

maximweb 2 semanas ago

Produtor musical, divide, atualmente, cela com outros presos que comenteram crimes de violência doméstica na Decap

O cantor e produtor musical DJ Ivis seguirá preso e será transferido para a Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes. A decisão é da audiência de custódia, realizada nesta sexta-feira (16). Ele está, atualmente, encarcerado em uma cela da Delegacia de Capturas e Polinter (Decap) por agressões cometidas contra a ex-companheira Pamella Holanda.

A audiência de custódia começou às 10h. O paraibano foi preso de forma preventiva por garantir ordem pública e por apresentar risco de fuga na quarta-feira (14), segundo informou Sandro Caron, titular da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE), durante a coletiva de imprensa na quinta-feira (15).

DJ Ivis foi preso em um condomínio de luxo em Aquiraz e levado à Delegacia Metropolitana do Eusébio. Após exame de corpo delito, ele foi transferido para a Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), em Fortaleza. A prisão preventiva foi tomada com base no Boletim de Ocorrência registrado por Pamella Holanda no dia 3 de julho.

O produtor musical divide cela com outros presos que cometeram crimes de violência doméstica contra mulher. O inquérito policial instaurado pela Delegacia Metropolitana de Eusébio será concluído em 10 dias. Na sequência, o Ministério Público Estadual do Ceará (MPCE) poderá oferecer denúncia.

DOIS INQUÉRITOS EM ANDAMENTO

As agressões de DJ Ivis, registradas por câmeras de videomonitoramento, serão alvo de outro inquérito formalizado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Fortaleza, segundo informou Sandro Caron.

“Vai ser outro inquérito, outra responsabilização, outro indiciamento, eventualmente outro pedido de prisão”, declarou o secretário de segurança.

ENTENDA O CASO

As investigações iniciaram no dia 3 de julho quando a vítima registrou a ocorrência. Desde o dia do registro do Boletim de Ocorrência (BO), a Polícia solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor da vítima.

No domingo (11), Pamella Holanda divulgou em rede social, imagens do circuito interno de câmeras do apartamento do casal. Nos vídeos, o produtor musical aparece dando socos e chutes na cearense.

Até o momento, nove pessoas deram depoimentos e, na próxima semana, a vítima deverá ser ouvida novamente.

 

 

 

 

Fonte: Diário do Nordeste

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *