CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Doações de sangue caem 30% no Hemoce, após avanço do coronavírus no Ceará; campanha permite agendamento online

maximweb 6 meses ago

Para se adaptar ao novo contexto, a instituição modificou a forma de atendimento e as doações agora podem ser agendadas virtualmente.

O Hemoce registrou uma queda de cerca de 30% no número de doações de sangue no Ceará — Foto: Isaac Macedo/SVM

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) registrou uma queda de cerca de 30% no número de doações de sangue, desde que os primeiros casos do novo coronavírus foram anunciados no Estado.

Devido ao avanço da Covid-19 no Ceará e à necessidade do isolamento social, a instituição passou a disponibilizar uma ferramenta online , a partir da qual o doador pode agendar o dia em que pode fazer a doação.

O usuário da plataforma, que passará por atualizações diárias, ainda pode selecionar o local que ficar mais perto de sua casa e, assim, evitar maiores deslocamentos.

O agendamento ficará disponível para doadores da capital cearense e de outros municípios no interior, como Iguatu, Juazeiro do Norte, Quixadá e Sobral.

“Estamos aumentando os pontos de atendimento e entrando em contato com alguns parceiros para que a gente possa levar o Hemoce para mais perto das pessoas. Estamos aumentando o horário de atendimento da sede, nos hemocentros regionais e nos nossos postos de coleta para que as pessoas não venham todas juntas fazer doação de sangue”, detalha a diretora geral do Hemoce, Luciana Carlos.

A medida tem como objetivo evitar aglomerações e, assim, reduzir o risco de transmissão da doença.

Segundo Luciana Carlos, o total de bolsas de sangue disponíveis hoje atende à demanda, pois a instituição tem um “controle rígido” do estoque.

Porém, se o número de doações continuar a cair ou estagnar, haverá problemas dentro de 10 a 15 dias.

“Não estamos com um estoque ruim, mas a gente precisa manter a coleta principalmente pensando nas plaquetas, que só podem ser usadas até cinco dias depois da coleta. Então, as plaquetas são os componentes que nos preocupam mais”.

A sede do Hemoce e demais unidades vêm adotando medidas de prevenção desde a recepção até as salas de coleta de sangue. — Foto: Isaac Macedo/SVM

A sede do Hemoce e demais unidades vêm adotando medidas de prevenção desde a recepção até as salas de coleta de sangue. — Foto: Isaac Macedo/SVM

Jovens saudáveis

Além do site, o Hemoce disponibiliza o número de telefone 3101-3305 como canal para agendamentos.

Neste momento, a prioridade é que os jovens saudáveis realizem as doações e os idosos – público mais vulnerável ao contágio do coronavírus – permaneçam em suas casas, mantendo a quarentena.

Reforço na prevenção

Para evitar a proximidade entre os doadores e, consequentemente, um possível contágio do coronavírus, a sede do Hemoce e demais unidades vêm adotando medidas de prevenção desde a recepção até as salas de coleta de sangue.

Na entrada, o doador é recebido com assepsia das mãos. Além da higienização, cadeiras da sede foram marcadas de forma que o doador sente a uma distância maior que o comum do outro. São pelo menos duas cadeiras separando uma pessoa da outra.

Já na sala de coleta foi disponibilizado álcool em gel e o espaço entre uma cadeira e outra também foi ampliado. A limpeza dos equipamentos utilizados na unidade foi reforçada.

Fonte: G1 – CEARÁ.

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *