CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Famoso ator apoia Dilma e ataca governo Bolsonaro na Globo com o apoio de Pedro Bial

maximweb 2 anos ago

Durante o programa “Conversa com Bial” transmitido pela Rede Globo na noite dessa quarta(24), o comediante Gustavo Mendes tratou alguns assuntos polêmicos durante sua entrevista ao lado do amigo Thiago Brava, um deles foi o governo Bolsonaro.

Gustavo Mendes ganhou notoriedade nacional ao imitar a ex-presidente Dilma Roussef e reviveu o personagem. No bate-papo com Pedro Bial, o humorista lembrou que foi mal interpretado pelo público por encarnar a política.

“Eu apanhei dos dois lados. Quem era contra a Dilma, achava que eu era a favor. E quem era a favor, achava que eu era contra. O humor é sempre oposição. Isso é que é humor. Escancarar as coisas, dar outro ponto de vista, fazer graça com aquilo.”

Logo depois, Gustavo Mendes fala sobre como é fácil fazer oposição ao governo de Bolsonaro, já que é ele mesmo quem se queima durante seu governo. “Eu faço humor de oposição. E com o atual presidente, ele já faz oposição a si mesmo e eu só dou risada daquilo que ele já me entrega pronto, das piadas dele. O que é ótimo, tá maravilhoso.”

Pedro Bial se divertiu muito com a gravação dos quadros e principalmente quando ele interpreta suas personagens Danada Alves e a ex-presidente Dilma – imitação que Gustavo conquistou milhares de fãs no extinto ‘Casseta & Planeta’ e na internet. “Estava ansioso para estar ao lado do Bial. Admiro desde a época do jornalismo e como poeta. Bial tem conteúdo de sobra e isso faz diferença em um programa como o dele”, conta Gustavo Mendes.

Pedro Bial e Gustavo Mendes durante entrevista no Conversa com Bial da Rede Globo - Foto: Divulgação
Pedro Bial e Gustavo Mendes durante entrevista no Conversa com Bial da Rede Globo – Foto: Divulgação

Pedro Bial usou o seu espaço no programa da Rede Globo para pedir que o entrevistado, Gustavo Mendes imitasse a atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Damares Regina Alves, uma advogada e pastora evangélica brasileira do governo de Jair Bolsonaro. Durante a imitação o humorista citou polêmicas conhecidas da população como o caso da pastora ter uma filha evangélica e ter feitos elogios ao deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) em sua fala na sessão da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Ao procurar o parlamentar no auditório para responder a uma pergunta sobre o Conjuve (Conselho Nacional de Juventude) que ele havia feito anteriormente, e perceber que ele já havia se retirado da audiência, a ministra se derreteu: “Como ele é lindo, meu Deus”, disse Damares, se abanando e terminado com um suspiro, para deleite dos deputados presentes, que caíram na gargalhada.

Fonte: TV Foco

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *