CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Feirão limpa nome online da Serasa negocia dívidas com até 99% de desconto.  — Foto: Celso Tavares/G1

Feirão limpa nome online da Serasa negocia dívidas com até 99% de desconto. — Foto: Celso Tavares/G1

 

A Serasa vai oferecer ofertas para a negociação de dívidas no feirão limpa nome, que será realizado nesta terça-feira (23) até o dia 27 de novembro em seis capitais do Brasil, incluindo Fortaleza. A capital vai receber uma grande estrutura física para atender o público e possibilitar a renegociação de dívidas com descontos que podem chegar a até 99%.

A tenda estará localizada na Praça do Ferreira, no Centro. Com atendimento das 8h às 20h, o local possibilitará que os consumidores consultem os acordos disponíveis em seu CPF, diretamente nas praças.

Os atendimentos nas tendas estarão disponíveis sem agendamento. É obrigatório o uso de máscara e a apresentação de documento oficial com foto. A renegociação pode ser feita somente pela pessoa portadora do documento e da dívida.

Segundo o último levantamento realizado pela Serasa em outubro, a região Nordeste possui mais de 15,6 milhões de pessoas inadimplentes. No Ceará, são mais de 2,5 milhões de pessoas que enfrentam dificuldades para conseguir crédito.

Durante o atendimento físico, os consumidores poderão baixar o app da Serasa e aproveitar o grande diferencial da 26ª edição do Feirão Serasa Limpa Nome: o “auxílio dívida”, que pagará R$50 na carteira digital da Serasa para qualquer pessoa que negociar e pagar à vista acordos a partir de R$200, seja em uma ou várias dívidas somadas, através do aplicativo, até 30 de novembro.

Acessibilidade e segurança local

Segundo a Serasa, todos as tendas são de fácil acessibilidade, com área de atendimento preferencial para idosos, portadores de necessidades especiais, gestantes e pessoas com crianças de colo. Os protocolos sanitários também serão seguidos para manter a segurança de visitantes e funcionários.

Além do atendimento nas tendas físicas, o feirão se estende até 5 de dezembro nos canais digitais oficiais da companhia e em mais de 7 mil agências parceiras dos Correios (uma taxa de R$ 3,60 é cobrada para a consulta. Também é necessário levar documento original com foto.

Fonte: G1

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *