CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Homem finge ser jogador de futebol, pede bebida para clientes em bar e dá calote na hora de pagar conta de R$ 4,3 mil

maximweb 7 meses ago

Homem finge ser jogador de futebol, pede bebida para clientes em bar e dá calote na hora de pagar conta de R$ 4,3 mil

 

Um homem deu um calote de mais de R$ 4 mil em um bar após se apresentar como jogador de futebol e pedir bebidas para vários clientes. O caso aconteceu em um estabelecimento no Bairro Varjota, em Fortaleza, na noite deste domingo (28). Na nota fiscal consta um valor de R$ 4.363,13 no consumo de bebidas caras como whisky, espumantes, além de energéticos, cerveja, drinks, água e porções de picanha importada. Ele foi levado a delegacia, ouvido e liberado.

De acordo com funcionários do bar, que preferiram não se identificar, o homem chegou no fim da tarde acompanhado de dois seguranças e dois motoristas de aplicativo. Apresentando-se como jogador de futebol, logo começou a fazer os pedidos e convidar mulheres para sentar com ele à mesa e passou a oferecer bebida a elas e para os supostos seguranças.

Ainda segundo funcionários, ele mandou garçons servirem bebidas caras até mesmo para o cantor e para a banda que se apresentavam no local.

Sem dinheiro para pagar

Na hora de pagar a conta, o homem afirmou que não poderia passar o valor no débito pois a conta corrente dele era conjugada com a da companheira, e não estava com dinheiro em espécie suficiente no momento.

Os responsáveis pelo bar acionaram a polícia, que conduziu o homem para a delegacia. Segundo os agentes, o representante do estabelecimento foi à delegacia e não quis dar continuidade à denúncia contra o suspeito.

A Secretaria da Segurança Pública informou que, após uma denúncia de crimes contra o patrimônio ocorrido em um estabelecimento comercial no Bairro Varjota, o homem de 28 anos foi conduzido pela Polícia Militar do Ceará ao 2º Distrito Policial. A Pasta confirmou que o homem se recusou a pagar uma conta após consumir no bar. Um boletim de ocorrência foi registrado para dar continuidade à investigação e ele foi liberado.

 

 

Fonte: G1

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *