CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Tags:

Mesmo sem casos, Secretaria da Saúde do Ceará divulga Plano de Contingência contra o Coronavírus

maximweb 8 meses ago
A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) divulgou o Plano de Contingência Estadual de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid-19). Nesta quarta-feira (12), a Pasta promove uma capacitação para profissionais sobre o vírus. O Ceará teve um caso suspeito da doença, em Sobral, mas o Ministério da Saúde descartou a ocorrência. Mesmo assim, segundo secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins, Dr. Cabeto, “é necessária a investigação imediata de todos os casos suspeitos para que as medidas de prevenção e controle possam ser desencadeadas oportunamente”.
O planejamento estabelece as ações a serem adotadas entre setores da vigilância epidemiológica, imunização, vigilância sanitária, vigilância laboratorial, atenção primária à saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). As estratégias objetivam preparar a rede pública de saúde do Estado para atendimento em eventual surgimento da doença. O documento está disponível de forma online e pode ser acessado por profissionais da saúde, gestores municipais e população em geral.
“Nós apresentamos um plano de contingência que segue as recomendações do Ministério da Saúde e padrões para todas as áreas. As diretrizes contemplam logística de diagnóstico, infraestrutura de unidades e a proteção dos trabalhadores. Também tomamos todas as medidas cabíveis para informar e acalmar a população acerca do novo coronavírus por meio dos nossos canais de comunicação”, ressaltou o secretário.
Novo Coronavírus
Identificada pela primeira vez em Wuhan, na China, a doença respiratória atingiu um número crescente de pacientes nas últimas semanas. As infecções geralmente causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum, podendo evoluir ao óbito em alguns casos. O 2019-nCoV (nome técnico) se dissemina através de gotículas respiratórias quando os pacientes tossem, falam alto ou espirram.
Acredita-se que o período de incubação do vírus pode ser de até 14 dias após sua exposição. A suscetibilidade geral ainda está sendo estudada. O fato de ser um vírus novo dificulta a definição do perfil da doença e, por isso, ainda não existe vacina para prevenir sua infecção.
Medidas
As medidas de prevenção e controle devem ser implementadas pelos profissionais dos serviços de saúde para evitar ou reduzir ao máximo a transmissão de microrganismos durante qualquer assistência à saúde realizada. “As orientações podem ser refinadas e atualizadas à medida que mais informações estiverem disponíveis, já que se trata de um microrganismo novo no mundo e, portanto, com poucas evidências”, diz o documento da Sesa.
Para tal, o material define que o Sistema Estadual de Vigilância em Saúde e a Rede de Serviços de Atenção do Ceará devem atuar na identificação, notificação e manejo oportuno de casos suspeitos de infecção humana pelo Novo Coronavírus “de modo a mitigar os riscos de transmissão sustentada no território estadual”.
Objetivos específicos:
Atualizar periodicamente o cenário epidemiológico com base nas evidências técnicas e científicas nacionais e/ou internacionais;
Descrever o acometimento da doença segundo variáveis de tempo,pessoa e lugar;
Prover análises epidemiológicas identificando grupos de risco;
Subsidiar a gestão local na tomada de decisões baseadas em evidências;
Evitar transmissão do vírus para profissionais de saúde e contatos próximos;
Orientar sobre a conduta frente aos contatos próximos;
Acompanhar a tendência da morbimortalidade associadas à doença;
Identificar outros vírus respiratórios circulantes;
Produzir e disseminar informações epidemiológicas.
Com informações do Diário do Nordeste.
Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *