CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Polícia Civil prende 33 pessoas em operação sobre a morte de três crianças em Belford Roxo

maximweb 8 meses ago

Ofensiva está sendo executada para concluir o inquérito que apura o homicídio e o desaparecimento dos menores de idade há um ano.

 

Crianças foram mortas após furto de passarinhos, diz polícia

 

A comunidade do Castelar, em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, está sendo alvo de uma operação da Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (9), que visa encerrar o inquérito sobre o homicídio desaparecimento dos corpos dos meninos Lucas Matheus, Alexandre da Silva e Fernando Henrique, mortos há quase um ano por traficantes após furto de passarinhos.

Os policiais cumprem 56 mandados de prisão, sendo cinco por triplo homicídio com ocultação de cadáver das crianças e os demais por associação para o tráfico.

Até as 9h, segundo o G1, 33 pessoas já haviam sido localizadas. Deste número, 15 estavam encarceradas no sistema penitenciário e outras 16 foram detidas durante a ofensiva.

ASSASSINATOS

Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11 e Fernando Henrique, de 12, sumiram no último dia 27 de dezembro de 2020, no Castelar, em Belford Roxo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O comércio de drogas da área controlado pelo traficante conhecido como Piranha.

Oito meses após o triplo homicídio, secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Allan Turnowski, afirmou que o tráfico de drogas do Castelar foi responsável pelo assassinato das vítimas. As mortes teriam sido motivadas por furto de passarinhos pertencentes aos criminosos.

O secretário contou que um traficante pediu autorização para punir os meninos a líderes da facção criminosa, que estavam presos. A punição foi liberada, mas as lideranças não sabiam que os autores do furto dos animais eram crianças.

 

 

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *