CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Unidades penitenciárias serão premiadas com tablets e os melhores internos, com celulares e tablets, concedidos pela Defensoria Pública da União

 

Os presos que tiveram suas redações submetidas ao Concurso receberão remição de pena

 

Três presídios cearenses obtiveram as melhores posições do 6º Concurso Nacional de Redação da Defensoria Pública da União (DPU), na categoria “Estabelecimento de Privação de Liberdade”, por terem os maiores percentuais de participação de internos no concurso, conforme divulgado pela Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP) nesta segunda-feira (13).

O pódio foi ocupado, nesta ordem, pela Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (CPPL 1), localizada em Itaitinga; pelo Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa (IPF), em Aquiraz; e pelo Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), também em Itaitinga. O tema da redação foi “Entre o céu e o asfalto: onde está a dignidade da população de rua”.

6.178
Ao total, o Sistema Penitenciário cearense teve 6.178 detentos inscritos no Concurso. O número representa 26,5% da população carcerária cearense, que é de 23.252 internos, conforme o último balanço divulgado pela SAP, ao fim de julho deste ano.

O coordenador da educação da SAP, Rodrigo Moraes, ressalta que o Ceará foi o Estado com maior número de internos participantes no concurso. “Isso é muito importante porque a gente fomenta a atividade educacional e a leitura dentro das unidades. É  gratificante ver o ambiente carcerário disciplinado, mas com garantias de direitos. O acesso à educação é um deles”, afirma.

MELHORES INTERNOS GANHAM CELULARES

Segundo a SAP, o interno vencedor de cada categoria do Concurso Nacional de Redação é premiado com um aparelho celular smartphone, enquanto o 2º e o 3º colocados ganham um tablet. Enquanto as melhores unidades penitenciárias recebem tablets que ficam a disposição de atividades administrativas.

Os prêmios são concedidos pela Defensoria Pública da União. Os celulares e tablets são entregues aos internos vencedores no momento da soltura ou destinados antes à família dos mesmos.

Entre as categorias individuais, o Ceará se destacou na categoria Redação IV, para alunos do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental e do 1° ao 3° ano do Ensino Médio, da modalidade de Educação para Jovens e  Adultos (EJA) a Pessoas Privadas de Liberdade (PPLs).

Dentre os concorrentes do Ceará, o primeiro lugar foi conquistado pelo interno Francisco do Nascimento Lima, da Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC), em Juazeiro do Norte. O segundo lugar ficou com Gilson Claudiano do Santos, do Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (CEPIS), em Itaitinga. Enquanto a terceira colocação ficou com Joel Felipe dos Santos, da CPPL I.

Além da possibilidade de ganhar um celular ou um tablet, os presos que tiveram suas redações submetidas ao Concurso – independentemente se obteve aprovação ou não – receberão remição de pena, segundo a SAP.

O Sistema Penitenciário cearense tem 3.533 internos regularmente matriculados nos cursos de alfabetização, ensino fundamental e ensino médio, segundo a SAP. Enquanto 7 mil detentos participam do programa Livro Aberto, que visa a leitura de livros para a remição de pena.

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *