CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Último acusado do assassinato da travesti Dandara dos Santos é condenado por homicídio triplamente qualificado, em Fortaleza

maximweb 2 semanas ago
Dandara dos Santos, 42, foi espancada e morta a tiros em agressão gravada no Ceará — Foto: Arquivo Pessoal

Dandara dos Santos, 42, foi espancada e morta a tiros em agressão gravada no Ceará — Foto: Arquivo Pessoal

 

O último suspeito de participação na morte da travesti Dandara dos Santos foi condenado a 16 anos de reclusão em júri popular nesta quarta-feira (17). Ele foi considerado culpado por homicídio triplamente qualificado. Francisco Wellington Teles, 53 anos, é acusado de levar Dandara em uma motocicleta até o local do crime.

Dandara morreu aos 42 anos após ser alvejada por tiros no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Antes disso, ela sofreu chutes e golpes de pau de um grupo de pessoas. O crime de grande repercussão nacional aconteceu em 15 de fevereiro de 2017.

Wellington foi condenado nesta quarta por motivo torpe, vingança e emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Ele foi preso em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, no dia 15 de março de 2019.

No ano seguinte ao crime, em 2018, cinco dos oito acusados pelo assassinato de Dandara foram sentenciados. Todos os réus julgados foram condenados com as qualificadoras de motivo torpe (homofobia), meio cruel e sem chance de defesa para a vítima.

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *