CARREGANDO

Digite o artigo que você procura

Variante identificada primeiro na Colômbia já está presente em 39 países da América do Sul e da Europa, incluindo o Brasil

 

(crédito: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia uma nova cepa do coronavírus. Batizada de variante Mu, a cepa surgiu na Colômbia e já está presente em 39 países da América do Sul e da Europa. A entidade classificou a versão como “variante de interesse”. De acordo com a OMS, há indicativos de que a Mu pode ser resistente a vacinas. Porém, a entidade alerta que é preciso mais estudos para entender as características da Mu.

A prevalência global é de apenas 0,1%, mas, na Colômbia, já chega a 39% e, no Equador, a 13%. A variante Mu foi detectada pela primeira vez na Colômbia em janeiro passado. No Brasil, a cepa chegou com a Copa América, em julho.

Todos os vírus sofrem mutações com o tempo. A maior parte dessas mudanças não interferem em nada. Porém, algumas podem influenciar a capacidade de propagação e a eficácia de vacinas, por exemplo.

A Mu é a quinta variante de interesse a ser monitorada pela OMS desde março. Também receberam a classificação Eta, Iota, Kappa e Lambda. Outras quatro receberam a classificação de “preocupantes”: Alfa, Beta, Gama e Delta.

 

 

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense

Tags:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *